Com música, projeto do HGG e Hemocentro incentiva doação de sangue

Quinta edição do “Doe sangue ao som de rock” será comemorado no próximo dia 24, das 9h às 14h

O projeto “Doe sangue ao som do rock” contará com a apresentação das bandas Balaclava e The Masters| Foto: André Borges

O Dia do Doador de Sangue, 25 de novembro, será comemorado com muita solidariedade e rock no Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, no dia 24 de novembro, das 9h às 14h. Em parceria com o Hemocentro de Goiás (Hemogo), a quinta edição do evento “Doe sangue ao som do rock” contará com a apresentação das bandas Balaclava e The Masters.

Em 2017
Dezenas de motoclubes apoiam o evento em 2017 e teve motociclista que veio de longe especialmente para a iniciativa. Raimundo Portela Barbosa Neto, aposentado, do grupo Metal e Óleo, viajou de Oeiras, Piauí, para Goiânia. Foram quase 2 mil quilômetros e dois dias de viagem. “Vim para me solidarizar com este momento extremamente necessário. Nós, motociclistas, estamos mais suscetíveis a acidentes e quando a gente está doando, pode estar doando a si próprio”, disse.

O professor Olavo Medeiros também saiu da sua cidade, Brasília, para acompanhar pela quarta vez o evento no HGG. “Temos de apoiar em ações como esta, pois quem mais precisa de sangue são os motociclistas. Vir aqui não é gasto e sim investimento, saúde é investimento”, considerou. Também é público cativo do “Doe Sangue ao som do Rock” o casal Arikelli Aparecida Guerreira e Wanderley Sartin, do motoclube QBU. Eles são sempre os primeiros a chegar e doam sangue juntos. “Participamos de todas as edições. É uma ótima oportunidade para reunir a galera e ainda fazer uma boa ação”, disse Wanderley.

Rock e presentes
Nesta edição, o “Doe Sangue ao Som do Rock” contou com a apresentação de duas bandas voluntárias de renome. A primeira foi a Sunroad, com seu hard rock bastante dinâmico pela sua influência do blues e do rock progressivo. Depois, a Acorde 7 se destacou com releituras de grandes clássicos musicais do blues, aliado ao jazz, soul e rock. A banda já está produzindo o seu sétimo álbum.

Além de doar sangue, os clubes também fizeram outra boa outra ação: anteciparam o Natal para os pacientes internados no HGG. O motociclista Cláudio Simões Ventriglia chegou vestido de papai-noel em grande estilo e, junto com os colegas de motoclubes, distribuíram abraços e presentes nas enfermarias da Clínica Médica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.