Principal suspeito de atirar em criança de 2 anos é encontrado escondido dentro de lago

Menino foi alvejado com pelo menos um disparo na altura do pescoço e segue em estado regular, no Hugol

Foto: Divulgação | Cedida ao Jornal Opção

Mateus Nunes Sousa da Silva, 22 anos, ex-padrasto e principal suspeito de ter atirado em uma criança de dois anos e oito meses, foi encontrado na madrugada desta terça-feira, 26, em uma chácara na capital. Segundo informações da Polícia Militar, o homem tentou se esconder dentro de um lago da propriedade.

O ex-companheiro da mãe da criança fugiu ao avistar a viatura e sumiu no lago. Os policiais o localizaram totalmente submerso.

Na Central de Flagrantes da Polícia Civil, foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra Mateus por resistência à prisão. O suspeito foi liberado por não ter mandado de prisão contra ele e por não estar portando arma. Mateus Nunes Sousa da Silva será ouvido na manhã desta terça-feira, 26, pela delegada responsável pelo caso.

Entenda o caso

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a mãe do menino de dois anos e oito meses o levou de carro para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Buriti Sereno, em Aparecida de Goiânia. A mãe informou que a criança foi baleada em um bar durante uma suposta tentativa de assassinato no Jardim Tiradentes, em Aparecida de Goiânia.

A polícia constatou inconsistências no relato de Carita e constatou que o tiro foi disparado na casa do ex-marido de Carita. Ela então apresentou uma nova versão, relatando que os filhos brincavam com a arma quando foi realizado o disparo acidental. Para os investigadores, o menino pode ter sido baleado pelo ex-companheiro de Carita, após uma discussão entre o casal.

Na segunda-feira, 25, a mãe da criança foi autuada em flagrante por receptação, após serem encontrados vários objetos roubados em sua residência. Carita Cristine Alves, que já apresentou várias versões diferentes para o disparo contra o filho, será ouvida novamente.

A criança que foi alvejada com pelo menos um disparo na altura do pescoço foi transportada de helicóptero para Hospital de Urgências da Região Noroeste Governador Otávio Lages de Siqueira (Hugol), onde segue internada em estado regular.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.