Primeiro-ministro conservador contraria pesquisas e ganha na Austrália

Scott Morrison desbancou favorito na boca de urna, Bill Shorten, do Partido Trabalhista

Foto: Divulgação

Ao contrário do indicado nas pesquisas de intenção de votos e até da boca de urna, o primeiro-ministro da Austrália, o conservador Scott Morrison, venceu as eleições legislativas do país. Ele derrotou o líder da oposição e então favorito, Bill Shorten, do Partido Trabalhista.

“Sempre acreditei em milagres”, disse Scott durante celebração. Ele apontou que fou uma vitória dos australianos silenciosos que o apoiam.

Os votos ainda não foram totalmente contabilizados, mas como mais da metade foram contados foi possível verificar que o governo de coalização se manteve no poder. Porém, para dominar a Casa e governar com maioria simples é necessário 76 cadeiras, das 151 da Câmara Baixa do Parlamento.

Pesquisa e campanha

A boca de urna deste sábado, conforme divulgado pela emissora 9News, dava vitória ao Partido Trabalhista por 52% a 48%. Bill Shorten reconheceu a derrota e ligou para o primeiro-ministro para parabenizá-lo.

Durante a campanha, a situação criticou o programa econômico do Partido Trabalhista. Vale destacar, que a Austrália registra crescimento na economia há 30 anos, mesmo com uma desaceleração recente.

Scott Morrison é primeiro-ministro desde agosto de 2018. Ele substituiu Malcolm Turnbull, que assumiu em 2015. Desde 2007, ninguém neste cargo terminou o mandato.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.