Preso em Goiânia, Daniel Messac é alvo de novas acusações em Operação Poltergeist

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público está apurando novas informações sobre caso que deteu deputado nesta sexta-feira (7)

Deputado estadual Daniel Messac | Foto: reprodução

O deputado estadual Daniel Messac (PTB) foi preso na tarde desta sexta-feira, 7, sob novas acusações da Operação Poltergeist, deflagrada em abril de 2014, que identificou contratação de funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). As informações sobre o pedido de prisão estão sendo apuradas.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Goiás (MP-GO), responsável pela prisão do parlamentar, já havia comprovado que o parlamentar ordenou a intimidação de uma testemunha do caso.

Por volta das 13h30, Messac esteve no Instituto Médico Legal (IML), sendo encaminhado ao Núcleo de Custódia, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.  A defesa do deputado, que afirmou, em novembro, que as acusações sobre o parlamentar eram falsas, informou que ainda está se inteirando sobre o caso e deve dar um retorno em breve.

Sobre a Operação 

A Operação Poltergeist foi deflagrada pelo MP em abril de 2014. O objetivo da ação foi desmontar um esquema de desvio de recursos públicos por meio da contratação de servidores fantasmas em alguns gabinetes da Alego e da Câmara Municipal de Goiânia.

Outros envolvidos no esquema ficavam a cargo de alistar potenciais servidores fantasmas ou recolher o salário pago aos funcionários. Também participam da organização detentores de cargos com autoridade para contratar os comissionados.

Em novembro último, dois suspeitos, um ex-policial federal e um pastor evangélico, foram presos acusados de intimidarem uma testemunha da Operação Poltergeist, que combate funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). Apontado como líder do esquema desde 2015, o deputado estadual Daniel Messac teve uma busca e apreensão feita em sua casa.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.