Preso advogado suspeito de irregularidades na Afipe

O suspeito foi um dos denunciados pelo Ministério Público no caso que apura supostos desvios de dinheiro de doação de fiéis à associação comandada pelo Padre Robson de Oliveira

Um homem, suspeito de irregularidades na Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), foi preso neste final de semana por dirigir bêbado e também por desacatar a polícia militar. Ele havia sido solto após audiência de custódia.

Os policiais militares relataram que foram chamados pelos funcionários de um restaurante no setor Vera Cruz porque havia um homem bêbado, querendo brigar e perturbando outros clientes. No momento em que a PM chegou no local, ele já tinha acabado de sair.

Ainda, segundo a polícia, os militares o encontraram dirigindo um carro de luxo em zigue-zague na GO-060. Durante a abordagem, relataram que foram xingados pelo advogado. A embriaguez foi constatada por meio de exame clinico realizado no instituto Médico Legal (IML). Um vídeo gravado pelos PMs mostra o homem bastante alterado.

Em 2020, o advogado foi um dos denunciados pelo Ministério Público, no caso que apura supostos desvios de dinheiro de doação de fiéis à associação durante o comando de Padre Robson de Oliveira. Ele também tem um pedido de prisão expedido pela Polícia Federal ao Superior Tribunal da Justiça (STJ) por suposto envolvimento de pagamento de propina a desembargadores.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Goiás (OAB-GO) disse que foi informada da ocorrência e que a Comissão de Direitos e Prerrogativas acompanhou o advogado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.