Presidente da Venezuela acusa oposição de criar “desestabilização”

“Essa direita prepara-se unicamente para continuar o seu esquema de destabilização e de golpe de Estado permanente, utilizando a Constituição”, disse sucessor de Chavez

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro | Fabio Pozzebom/Agência

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro | Fabio Pozzebom/Agência

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou, na quinta-feira (10), a oposição, que ganhou as eleições parlamentares de domingo (6), de querer criar uma “desestabilização” do poder. Maduro fez o comentário durante congresso extraordinário do seu partido, o Socialista Unido da Venezuela (PSUV) que convocou em Caracas.

“Essa direita prepara-se unicamente para continuar o seu esquema de destabilização e de golpe de Estado permanente, utilizando a Constituição”, afirmou o presidente venezuelano.

A oposição, reunida sob a plataforma Mesa da Unidade Democrática (MUD), conquistou nas eleições de domingo maioria de dois terços na Assembleia Nacional (Parlamento). A vitória da oposição, a primeira em 16 anos, marca uma virada histórica contra o chavismo (corrente inspirada no nome do ex-presidente Hugo Chávez, que dirigiu o país de 1999 a 2013), que detinha até agora a totalidade dos poderes no país.

A maioria de dois terços permite à oposição convocar um referendo, declarar uma assembleia constituinte ou destituir magistrados do Supremo tribunal de Justiça. A oposição poderá ainda designar membros do Conselho Nacional Eleitoral, aprovar e modificar leis orgânicas, submeter a referendo tratados internacionais e projetos de lei, votar projetos de reforma constitucional e mesmo determinar a saída antecipada do presidente Nicolás Maduro, por meio de uma redução da duração do seu mandato, que vai até 2019.

Uma resposta para “Presidente da Venezuela acusa oposição de criar “desestabilização””

  1. Denis Robson disse:

    tomara que esse vagabundo se ferre lá!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.