Presidente da CBF diz que não vai renunciar ao cargo

Del Nero afirma não ter conhecimento de casos de propina na entidade e que vai colaborar com autoridades brasileiras

Marco Polo Del Nero: "Não vou renunciar porque não tenho nada a ver com isso" | Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

Marco Polo Del Nero: “Não vou renunciar porque não tenho nada a ver com isso” | Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, afirmou que não vai renunciar ao cargo na entidade em entrevista na sede da CBF, localizada na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (29/5). “É impossível renunciar e não vou renunciar porque não tenho nada a ver com isso”, disse.

Del Nero negou saber sobre o recebimento de propinas ligadas à corrupção na Federação Internacional de Futebol (Fifa). Essa suspeita foi levantada devido à prisão do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, na última quarta (27). “Não tive conhecimento em hipótese alguma”, assegurou.

O presidente da CBF adiantou ainda que a entidade está colaborando com as autoridades brasileiras. “Todos os setores que necessitarem de informações nós vamos dar, por isso estou presente”, certificou. Ele admitiu existir uma crise na CBF, mas garantiu que os campeonatos em andamento não serão afetados.

*  Com informações da Agência Brasil

Deixe um comentário