Presidente da Associação da Feira Hippie tem suspeita de Covid-19

Resultado de teste ainda não saiu, mas ele teve sintomas da infecção

Feira Hippie em dia de funcionamento | Foto: Reprodução

O presidente da Associação dos Feirantes da Feira Hippie, Waldivino da Silva, está com sintomas de Covid-19. Ele afirmou ao Jornal Opção que realizou os testes de PCR, que detecta presença do vírus no organismo, e espera o resultado.

Waldivino sentiu febre, perda de paladar e olfato, além de dor de cabeça. Os sintomas apareceram há uma semana. A namorada dele, também feirante, foi infectada pelo coronavírus. Ela está hospitalizada e recebendo oxigênio.

O feirante toma um coquetel de remédios com azitromicina, ivermectina e sulfato de zinco para tentar conter a infecção, indicado por médicos. “Melhorei, mas minha namorada segue na luta”, afirma

Volta às atividades

Sobre a volta das atividades da Feira Hippie, Waldivino afirma que é necessário para os trabalhadores. Ele acredita que o modelo indicado pelo governo do estado e adotado em Goiânia, de isolamento 14 x 14, vai ser bom por contemplar a feira e manter as condições sanitárias.

“A expectativa é grande. Maioria dos feirantes não consegue nem ficar em casa, pois as necessidades financeiras são muitas. A gente sabe dos perigos, por isso estou isolado”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.