Grupo de Nivaldo, acompanhado pela maioria dos vereadores, apoia a presidente da Câmara Municipal Janayna Volpp

Daniel Vilela em Itaberaí com Nivaldo Mello | Foto: Divulgação

O imbróglio envolvendo o MDB de Itaberaí tem mais um capítulo. Desta vez decisão restituiu a presidência da sigla novamente a Nivaldo Mello. Ele havia sido destituído do comando após intervenção da presidência estadual, que alçou Pedro Correia como presidente provisório.

Com a decisão, a composição do partido na cidade fica com Nivaldo na presidência, Nilton de Oliveira como tesoureiro, Altair Tobias, Flávia Costa e Telmo de Loyola como membros da comissão provisória. A diretoria tem mandato até o dia 20 de novembro deste ano.

A disputa no MDB de Itaberaí envolve a escolha do pré-candidato a prefeito no município. O grupo provisório, agora destituído, apoiava a candidatura do ex-prefeito Wellington Baiano, que foi destituído do partido, com decisão judicial recente desfavorável e segue inelegível até 2021.

O grupo de Nivaldo, acompanhado pela maioria dos vereadores, apoia a presidente da Câmara Municipal Janayna Volpp (PSC).

“Nós vamos, [com anuência de Daniel Vilela, presidente do partido], apoiar Janayna. Vamos continuar o trabalho com os vereadores e coligar com o nome da Janayna”, aponta Nivaldo.