Prefeitura vai pedir ao Crea que faça vistoria na obra do “Saúde Premium”

Conselho deve verificar a estabilidade do terreno e sugerir providências a serem tomadas. Construção do empreendimento está parada há sete anos

Foto: Francisco Costa / Jornal Opção

A Secretaria Municipal de Planejamento e Habitação (Seplanh) de Goiânia informou ao Jornal Opção que vai encaminhar um ofício ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO) pedindo que o órgão realize uma vistoria na obra do prédio Saúde Premium. O objetivo é que a estabilidade do terreno seja verificada.

Além disso, a prefeitura de Goiânia, com isso, pede ao Crea-GO sugestões de providências a serem tomadas em relação à obra. A Seplanh, no dia 10 de setembro, notificou a empresa responsável, a SPE Goiânia Premium Incorporação, após encontrar irregularidades em vistoria realizada pela própria secretaria.

Trata-se de uma obra que se iniciou em 2012, mas, passados sete anos, não prosseguiu. A construção encontra-se, ainda, na fase de escavações e fundação, e foi constatado que o empreendimento está com calçamento irregular. Já na parte fiscal, o endereço do imóvel aparece sem licença municipal.

O proprietário não compareceu ao local e não assinou a vistoria. O prazo era de 15 dias, quando uma nova poderia ser feita. Mas, conforme informado pela Seplanh, essa etapa deve ser realizada pelo Crea-GO.

Jornal Opção tem tentado localizar os proprietários e não conseguiu sucesso até o momento. Dos envolvidos no projeto, a reportagem localizou a L+M Gestão, Espaços e Tecnologia em Saúde, que foi a projetista do empreendimento. Os representantes disseram que fizeram o projeto e deixaram nas mãos dos proprietários e, portanto, não têm ligação com a paralisação da obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.