Prefeitura propõe incluir seis loteamentos no perímetro urbano de Goiânia

Coordenadora do Plano Diretor diz que proposta trata de regularização fundiária e visa incluir locais onde já há população morando

A Prefeitura vai propor, no projeto de atualização do plano diretor, a inclusão de seis loteamentos ao perímetro urbano de Goiânia.

Tratada apenas como uma adequação, a proposta foi adiantada ao Jornal Opção pela coordenadora do Eixo de Ordenamento Territorial do grupo montado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Habitação (Seplanh), Germana de Faria Arantes Andrade.

Germana de Faria Arantes Andrade | Foto: Alexandre Parrode

Segundo a profissional, não se trata de uma expansão urbana, mas sim de uma correção que garantirá, sobretudo, regularização fundiária. “Tecnicamente, o perímetro está no exato tamanho que precisa estar, não estamos propondo de fato que aconteça uma expansão, apenas que seja feita a adequação de locais onde já há população morando, áreas urbanas em consolidação”, explicou.

Apesar de não ter detalhado quais são todos os loteamentos, ela afirmou que estão localizados nas regiões Norte, Noroeste e Sul, como o Sítios Recreio Bandeirantes e a Chácara São Domingos, ambos localizados às margens da GO-070, saída para Inhumas.

Andrade destacou ainda que a prioridade do novo Plano Diretor de Goiânia será justamente a ocupação dos vazios urbanos, mais de 110 mil lotes constatados pela atual gestão.

“Temos que manter o princípio de 2007, do desenvolvimento compacto da cidade. De um modo geral, há um número elevado de áreas desocupadas que ainda devem ser apropriadas. Temos algumas leis para trabalhar o problema e é isso que iremos propor”, argumentou.

Nesta segunda-feira (13/11), a Prefeitura de Goiânia iniciou as audiências públicas de apresentação dos diagnósticos e propostas para a atualização do plano diretor, a ser enviada para a Câmara Municipal até o final do ano.

Deixe um comentário

wpDiscuz