Prefeitura encaminha projeto da Reforma Administrativa à Câmara

Expectativa do prefeito Paulo Garcia é que projeto seja sancionado já na primeira quinzena de abril

O Projeto de Lei  que trata da Reforma Administrativa da Prefeitura de Goiânia foi encaminhado nesta quarta-feira (25/3) para a Câmara de Vereadores e deve ser protocolado ainda na sessão da próxima quinta-feira (26). O prefeito Paulo Garcia (PT) pretende chegar a uma economia de aproximadamente R$ 72 milhões anuais, caso a matéria seja aprovada.

Com a ação, 11 pastas devem ser extintas e uma agência com status de primeiro escalão deve ser criada. Desta forma, o número de secretarias passará de 27 para 17. A matéria também prevê corte no número de cargos e outras diversas medidas para aumentar a eficiência e reduzir as despesas da maquina municipal.

A expectativa é de que o projeto possa ser sancionado pelo prefeito já na primeira quinzena de abril para que as medidas entrem em vigor o mais rápido possível. Conforme a Secretaria Municipal de Finanças, o texto da matéria foi elaborado “após inúmeras reuniões com técnicos da área, aliados e equipes de governo e se justifica pela necessidade de um ajuste que garanta gestão com responsabilidade fiscal.”

Está marcada para a manhã desta quinta-feira uma coletiva de imprensa com o secretário de Finanças Jeovalter Correia. Na ocasião, o titular concederá detalhes do projeto, que já havia sido apresentado em linhas gerais pelo prefeito petista no dia 11 de fevereiro.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.