Prefeitura de Goianésia exclui Polícia Civil de Comitê de Crise contra a Covid-19

“Coloquei meu nome à disposição e a mesma pessoa que me ligou me desconvidou para estar presente neste comitê”, afirma delegado Marco Antônio

Foto: Reprodução

A prefeitura do município de Goianésia, a cerca de 175 km de Goiânia, criou um Comitê de Crise contra a covid-19. A atitude tem sido adotada em muitas cidades no sentido de traçar ações para combater a disseminação do novo coronavírus. Porém, a exclusão da Polícia Civil do comitê causou estranheza ao titular 15ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Goianésia, delegado Marco Antônio Maia.

Por meio de um vídeo publicado nas redes sociais, o delegado afirma que a PC chegou a receber telefonema da prefeitura fazendo o convite. “Coloquei meu nome à disposição e a mesma pessoa que me ligou me desconvidou para estar presente neste comitê”, disse Marco Antônio. “Não sei o porquê e não entendi até agora, mas queria deixar a Polícia Civil à disposição de todas as instituições para vencer e superar esse momento difícil”, acrescentou Marco Antônio Maia.

O titular da PCGO alerta que a exclusão pode ser uma manobra política, já que além de delegado, Marco Antônio Maia também é pré-candidato a prefeito da cidade. Neste sentido, o delegado seria um opositor direto ao prefeito de Goianésia, Renato de Castro, que é pré-candidato à reeleição.

Outro lado

Procurado pela reportagem, o prefeito Renato de Castro afirmou que a decisão foi tomada porque haveria “conflito de interesses”, já que o delegado é pré-candidato à prefeitura de Goianésia. “Não podemos politizar estas decisões”, resumiu.

Boletim epidemiológico divulgado pela secretaria de Saúde de Goianésia, nesta sexta-feira, 10, mostra que na cidade existem 8 casos confirmados e outros 41 casos suspeitos. Goianésia, que tem cerca de 70 mil habitantes, só fica atrás de Goiânia (109 casos), Anápolis (12 casos) e Rio Verde (11 casos) no número de casos confirmados.

Já em todo Estado, conforme o último boletim divulgado pela secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), informa que há 191 casos de coronavírus, com oito mortes confirmadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.