Prefeito e vice de Iaciara têm mandatos cassados

Os dois estão sendo acusados de corrupção por uso indevido de dinheiro na campanha eleitoral

O prefeito de Iaciara, Haicer Sebastião Pereira Lima, e seu vice, Marcos Pereira de Macedo tiveram seus mandatos cassados, por ordem da Justiça que acolheu a denúncia feita pelo Ministério Público Eleitoral. Os dois estão sendo acusados por crime de corrupção ao notar-se captação e gastos ilícitos de recursos para uso de sua campanha eleitoral.

Dentre as irregularidades presentes na prestação de conta dos políticos, havia o recebimento de doações de origem não identificada ou de fonte vedada e gastos não justificáveis com combustível. O MP mostrou que no processo de prestação de contas da campanha eleitoral dos políticos houve doações por parte de funcionários da prefeitura de Iaciara, inclusive de alguns funcionários que não apresentavam condições financeiras para fazer tais doações que totalizaram R$ 48.140,00. Esse montante foi levantado em apenas 9 dias. Na arrecadação havia padronização de valores, dias e horários em 47 dos 52 depósitos recebidos o que gerou estranheza.

Durante a campanha eleitoral do senhor Haicer e do seu vice não foram realizadas passeatas. Contudo, os gastos com combustíveis durante esse período de campanha foi de 2.285,49 litros abastecidos, 885 litros foram declarados doados a outros candidatos, de forma que os representados teriam utilizado, sozinhos, 1.400 litros de combustível em um período de 29 dias.

O juiz Denis Lima Bonfim, da 29ª Zona Eleitoral de Posse, afirmou que “caso concreto em específico, com todas as suas particularidades, revela a existência de simulação nas doações feitas para a campanha de Haicer Sebastião Pereira Lima e Marcos Pereira de Macedo, que totalizaram o elevado montante de R$ 48.140,00”. Para o juiz, todos os indícios levantados o levam a concluir que houve a existência de fraude no processo de uso de recursos financeiros na campanha eleitoral dos já citados políticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.