Prefeito de Anápolis desmente boatos sobre reforma do Parque Ipiranga

Roberto Naves garante que nenhuma árvore será derrubada e não haverá construção no local: “Vamos apenas reativar a estrutura”

Prefeito Roberto Naves durante visita ao clube | Foto: divulgação

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), levou a imprensa ao antigo Clube do Ipiranga, no bairro Jundiaí, na manhã desta sexta-feira (25/8), para esclarecer boatos sobre a suposta construção de um novo centro administrativo no local.

“É uma estrutura abandonada há oito anos. Nós vamos reativar o prédio, não derrubaremos nenhuma árvore, não construiremos nenhum prédio aqui, vamos apenas reativar o que já funcionava”, explicou.

O projeto, que será bancado pelo governo de Goiás, já está pronto e deve abrigar três secretarias municipais: a de Saúde, Educação e Meio Ambiente. O objetivo é reduzir custos com aluguel e promover a revitalização de todo o parque. “Vamos catalogar todas as espécies da flora, preservar e recuperar as minas d’água. Enfim, entregar para a sociedade um espaço verde, que será nosso novo cartão postal”, adiantou.

Segundo o prefeito, a prefeitura gasta R$ 30 mil com aluguel de prédios para abrigar órgãos da administração pública: “Quase R$ 1,5 milhão de economia em toda a minha administração. Isso é pouco? Não é. Com esse recurso poderemos investir em outros bairros e regiões. O que não dá é para deixar como está.”

Roberto Naves afirmou ainda que deixar o local fechado, abandonado, não é uma atitude responsável. “Pessoas que não querem que a cidade dê certo vão continuar falando. Disseram que eu não ia conseguir pagar a folha de pagamento, depois falaram que eu não ia dar conta disso, daquilo, continuam na mesma linha. Não querem que a cidade dê certo, nós vamos continuar trabalhando. Não vamos deixar jogado às traças como ficou nos últimos oito anos”, alfinetou.

Questionado sobre o impacto do trânsito na região, o petebista lembrou que nenhuma obra é aprovada na cidade sem um Estudo de Impacto de Trânsito. “Não traremos nada para cá para complicar o trânsito. Temos responsabilidade de planejar e agir com responsabilidade”, esclareceu.

A expectativa da Prefeitura de Anápolis é que o projeto seja aprovado pelo governo nos próximos dias, licitada até novembro e concluída até o final do ano que vem.

Deixe um comentário