Polícia recupera maquinário público desaparecido na última gestão de Caldas Novas

Delegado Ailton Costa Ligório, à frente da ação, aponta envolvimento de um ex-secretário da cidade, cujo nome ainda não foi divulgado 

Plantadeira da John Deere - série 2100 / Foto ilustrativa/ Divulgação - site John Deere

Plantadeira da John Deere – série 2100 / Foto ilustrativa/ Divulgação – site John Deere

A Polícia Civil recuperou nesta quinta-feira (22/1) um maquinário da Prefeitura de Caldas Novas que estava desaparecido desde a última gestão, do ex-prefeito Ney Viturino. A plantadeira foi encontrada em uma propriedade rural da cidade do interior de Goiás após ação da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap).

Logo no início da atual gestão de Evandro Magal (PT), em 2013, percebeu-se que a máquina da frota da prefeitura não se encontrava à disposição de Caldas Novas. A falta do objeto foi percebida pelo ex-secretário de Agricultura, Cláudio Godoy, que na época estava à frente da pasta. “Quando assumi vi que faltava equipamento. Comunicamos as autoridades assim que tomamos conhecimento do caso”, disse.

Conforme o delegado adjunto da Dercap, Ailton Costa Ligório, que está à frente da ação, há o envolvimento de um ex-secretário da cidade, cujo nome será divulgado posteriormente. “Um ex-secretário pegou o equipamento e passou para frente. Não sabemos em quais circunstâncias ele vendeu”, explicou.

O chefe da investigação disse que estava apurando se o maquinário foi recolhido na administração pública com autorização da prefeitura da cidade. “Não sabemos exatamente como isso aconteceu”, pontuou.

De acordo com o delegado, o ex-prefeito Ney já foi intimado, mas ainda não compareceu porque estava viajando. Ailton disse que agora o antigo gestor de Caldas Novas deverá prestar depoimento na Dercap em Goiânia.

Comprador avisou a polícia

De acordo com o delegado Ailton, o maquinário estava com uma pessoa que já havia diso interrogada pelos policiais. “No depoimento, ele disse que não sabia de nada, mas depois deve ter ficado com medo e admitiu que comprou o equipamento”, afirmou, sem dizer nomes.

O delegado explica que o homem disse que não sabia que o maquinário era da prefeitura. “Ele falou para a polícia do equipamento, disse que não estava envolvido em nada, mas nós ainda vamos apurar se realmente ele foi ingênuo ou agiu de má-fé”, disse o delegado, informando ainda que o comprador adquiriu o objeto em 2012, mas não soube especificar a data.

Assim como disse Ailton, a plantadeira foi vendida desmontada e incompleta. “Ela não estava funcionando”, afirmou, explicando que a pessoa que comprou teve ainda que adquirir algumas pessoas para fazer com que o equipamento funcionasse.

“Eu também sou produtor agrícola, e já conhecia o maquinário que a prefeitura dispunha para realizar serviços na zona rural. Mas quando assumi a Secretaria de Agricultura, para minha surpresa, faltavam alguns equipamentos, e um deles era essa plantadeira, que foi recuperada pela polícia. Nós comunicados as autoridades assim que tomamos conhecimento do caso, e o material já voltou para a posse da prefeitura”, contou Cláudio Godoy.

*Atualizada no dia 23/1, às 9h51

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.