Polícia Militar nega “fake news” sobre cortes espalhada por Major Araújo

Em uma das postagens, ele diz que o governo estadual irá “acabar com o serviço extra remunerado”, mas corporação desmente

Polícia Militar | Foto: Divulgação

A Polícia Militar desmente informação que circula em redes sociais e grupos de WhatsApp de que o pagamento das horas extras, conhecidas como AC4, da Polícia Militar teria sido cortado. A corporação diz se tratar de “fake news”.

As postagens dizem que os policiais estariam sendo escalados sem receber pelo serviço extra. No entanto, isso não procede.

Um dos disseminadores da fake news é o deputado estadual e pré-candidato a prefeito Major Araújo (PSL). Em uma das postagens, ele diz que o governo estadual irá “acabar com o serviço extra remunerado”.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) já desmentiu a informação e reforçou que não existem cortes mencionados pelo parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.