Polícia cumpriu buscas na casa de Cachoeira e comprovou irregularidades na empresa

Empresa ligada à família seria fictícia e usada para condutas ilícitas

Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia) | Foto: Reprodução

Durante as investigações da operação Aurantiaco, deflagrada na manhã desta sexta-feira, 23, a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão nas casas de Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, que mora com o filho Matheus Henrique Aprígio Ramos, e de Andressa Mendonça, ex-esposa do contraventor.

O ex-presidente da Codego, Marcos Cabral, também foi alvo de busca e apreensão, além do ex- diretor administrativo, Carlos Toledo, do ex-chefe de auditoria, Izimar Nascimento, e do chefe de departamento, Edumond Pareeira. Não houve mandado de prisão.

Os policiais buscavam documentos que reforçam os fatos levantados sobre a negociação de dois terrenos públicos sem as devidas formalidades para dispensa de licitação com a ETS, empresa então gerida por Matheus.

O processo administrativo de compra se iniciou em maio de 2017, ano em que foi definida a reserva da área, quando a ETS estava em nome de Jefferson Capuzo, funcionário de Cachoeira. Logo depois a empresa passou para o nome da ex-esposa, em seguida, em 2019, ao filho Matheus.

“Analisadas todas essas condutas e que a empresa não tinha atividade regular, ou seja, não exercia nenhuma outra atividade prevista em seu objeto social, assim como não havia empregado, vimos que caracterizaria falsidade ideológica. Na verdade se tratava de uma empresa fictícia, montada para fins obscuros”, disse o delegado Franciso Lipário, delegado adjunto da Delegacia Estadual de Combate à Corrupção (Deccor).

A empresa matinha contrato com a Codego.

A Deccor investiga quatro funcionários públicos e quatro empresários suspeitos da prática dos crimes de alienação de bem público, associação criminosa, supressão de documento público e falsidade ideológica.

Em nota, a Codego disse que se coloca à disposição da Polícia Civil. “A atual direção da Codego preza pela transparência e continuamente vem fortalecendo os seus departamentos de controle interno e compliance. Aliado a esse trabalho, a companhia investe na contratação de uma auditoria independente que executará uma ampla revisão dos procedimentos e contratos anteriores”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.