Ele já tem passagens pela polícia por crimes cometidos no Maranhão (onde foi encontrado), Goiás, Mato Grosso e Pernambuco

Robson Pires, um dos homens suspeitos de ter participado do sequestro de um empresário goiano em maio último, foi apresentado à imprensa na manhã desta quarta-feira (3/9) na Delegacia de Investigações Criminais (Deic). A quadrilha é formada por cinco homens, sendo que três já haviam sido detidos e um continua foragido.

[relacionadas artigos=”12424,10062″]

O suspeito do sequestro foi localizado no Maranhão, na última sexta-feira (29). Segundo o delegado Glaydson Carvalho, Robson fugiu de Goiás logo após ter recebido sua parte do resgate, de R$ 600 mil. “Ele estava sendo monitorado pela polícia”, disse Glaydson. O suspeito já tem passagens pela polícia por crimes cometidos no Maranhão, Goiás, Mato Grosso e Pernambuco. “Ele é um criminoso especializado nesse tipo de ação”, informou o delegado, dizendo que o suspeito já liderou um assalto a um carro forte em Goiás em 2008.

O empresário, proprietário de uma rede de materiais de construção civil, motéis e fazendas, foi sequestrado no dia 20 de maio, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, e ficou 12 dias em cativeiro no Setor Santos Dumont. Ele foi solto no Anel Viário de Goiânia após o pagamento de R$ 600 mil. O restante, R$ 400 mil, os criminosos informaram à família que deveriam ser pagos em parcelas de R$ 50 mil.

E foi durante o pagamento de uma dessas parcelas que os outros três sequestradores foram pegos. Eles foram apresentados pela Polícia Civil no último dia 12. Na época, o delegado Glaydson disse que o crime teve colaboração de um homem próximo da família da vítima. Essa pessoa seria o responsável por levantar dados do empresário e repassar para os sequestradores.