Poeta de Gurupi ocupa cadeira da Litteraria Academiae Lima Barreto, no Rio

Zacarias Martins vai integrar a vaga de número 40 da entidade. Ele participou da fundação da Academia Tocantinense de Letras

Zacarias Martins assumiu cadeira número 40, na segunda-feira (25) | Foto: Divulgação

Zacarias Martins assumiu cadeira número 40, na segunda-feira (25) | Foto: Divulgação

A 40ª cadeira da Litteraria Academiae Lima Barreto, do Rio de Janeiro, foi assumida pelo escritor e jornalista Zacarias Martins na última segunda-feira (25/5). Atualmente, ele está radicado em Gurupi (TO), mas é natural de Belém (PA).

O escritor foi indicado pela diretoria do 1º Colegiado de Escritores Brasileiros para assumir a vaga em reconhecimento pelo conjunto de obras do autor e sua constante contribuição no fazer literário, bem como no incentivo à formação de novos leitores no Estado do Tocantins.

Segundo Zacarias Martins, é uma honra e responsabilidade o reconhecimento que teve da academia. “A diretoria do 1º Colegiado de Escritores Brasileiros entendeu que minhas atividades literárias me credenciam para representar a Literatura Tocantinense naquele sodalício”, avalia.

O paraense é jornalista profissional formado pela Fundação e Centro Universitário Unirg, poeta, cronista e ativista cultural. Tem seis livros individuais publicados, como Transas do Coração (1978), O Poeta de Belém (1979), Poetar (1980), O Profeta da Felicidade (1984) Vox Versus (1986) e Pinga-Fogo (2004).

Ele integrou também o primeiro colegiado do Conselho Estadual de Cultura de Tocantins entre os anos de 1989 e 1990 e, em 1989, participou da fundação da Academia Tocantinense de Letras, onde ocupa a cadeira de número 21.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.