PMDB quer retomar nome da época da ditadura e voltar a se chamar MDB

Proposta do presidente do partido, o senador Romero Jucá, ainda será avaliada por lideranças da sigla

Convenção nacional do PMDB em março de 2016 | Foto: Divulgação

Convenção nacional do PMDB em março de 2016 | Foto: Divulgação

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) pode mudar de nome, voltando a se chamar “MDB”, sigla utilizada entre os anos de 1966 a 1979, durante a ditadura militar. O anúncio foi feito pelo próprio presidente do partido, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), neste sábado (26/11), em Porto Alegre, onde participa de um encontro com prefeitos promovido pela Fundação Ulysses Guimarães.

Durante o bipartidarismo da ditadura militar, o MDB fazia oposição à Aliança Renovadora Nacional (Arena) e, segundo Jucá, retornar a utilizar a denominação “resgata uma tradição, uma história, uma origem, que é muito importante para o povo brasileiro”, afirmou.

Segundo o presidente do partido, o assunto ainda deve ser discutido em plenárias em todos os Estados e, se aprovada, deve ser oficializada já em dezembro para entrar em vigor em fevereiro de 2017.

“Queremos deixar de ser partido e ser um movimento. Ou seja, algo mais forte, algo mais permanente, com uma ação constante. […] Se o MDB antigo fez a redemocratização do país, o MDB novo pode fazer a reconstrução social e econômica do país”, disse Jucá. (Com informações Jornal Folha de S. Paulo).

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Maria

Não adianta mudar de nome se continuar com o mesmo comportamento.
Um partido que se permite atuar a favor de anistia de crimes contra o recurso público e que se junta a outros partidos para impedir votação nominal nas medidas contra corrupção, acha que vai para frente?

Antonio Alves

Do jeito que a coisa anda não demora vão recriar a Arena também.