Piloto do avião de Marília Mendonça comunicou normalmente procedimento de pouso

Ele teria avisado por duas vezes pelo rádio que iria pousar e não relatou anormalidades

Um piloto da região de Caratinga, Minas Gerais, onde o avião que levava Marília Mendonça caiu, afirmou que o piloto do voo da cantora chegou a avisar por duas vezes no rádio que iria pousar. Segundo ele, não houve relatos de anormalidades.

“Ele disse que estava pegando a perna do vento e, cerca de 20 segundos depois, voltou a dizer que estava pegando a perna do vento 02, o que significa que estava iniciando o procedimento padrão de pouso. Isso não configura uma anormalidade pois os pilotos podem prolongar um pouco o tempo do pouso”, afirmou o piloto ao jornal O Globo. Ele preferiu não se identificar.

O avião que carregava a cantora sertaneja, o tio dela e um assessor, além do piloto e copiloto, caiu a cerca de 4 km do aeroporto de Caratinga, após atingir um cabo de uma torre de distribuição da Cemig, a companhia energética de Minas Gerais. 

A cantora faria um show na cidade no mesmo dia, sexta-feira, 5.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.