Pesquisa revela que mais de 85% dos profissionais de saúde se sentem psicologicamente e fisicamente esgotados

“Parece que nessa questão do suporte psicológico a gente não aprendeu nada como gestão de saúde. É o tipo de preparo que deveria ser dado pelos serviços de saúde, sejam particulares ou públicos”, argumenta o médico e cofundador da healthtech PebMed, Eduardo Moura

Enfermeiros estão na linha de frente no combate ao coronavírus | Foto: Reprodução

Uma pesquisa realizada com mais de 4 mil profissionais de saúde mostrou que a esmagadora maioria (89,4%) está psicologicamente cansada. Para o levantamento foram consultados médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. 87,2% dos entrevistados também apontaram o esgotamento físico como um dos principais problemas enfrentados atualmente pela categoria.

Conforme mostrado pela reportagem do jornal O Globo, outro fator que chama a atenção é o sentimento de crescente desamparo emocional. No questionário apresentado aos profissionais de Saúde, apenas 33,6% concordaram a frase que diz: “me sinto mais amparado psicologicamente no meu ambiente de trabalho do que no ano passado”.

Outro ponto abordado pela pesquisa diz respeito ao aprendizado para lidar com o coronavírus. 80,9% dos consultados disseram que a sensação é de maior preparo técnico para cuidar com os pacientes acometidos pela doença.

Em entrevista ao O Globo, o médico e cofundador da healthtech PebMed, Eduardo Moura, disse que os resultados só evidenciam que o fundamental, agora, é o suporte psicológico dos profissionais. “Parece que nessa questão do suporte psicológico a gente não aprendeu nada como gestão de saúde. É o tipo de preparo que deveria ser dado pelos serviços de saúde, sejam particulares ou públicos”, argumentou.

A enquete foi respondida online em meio à segunda onda da Covid-19 no país, entre os dias 29 de março e 5 de abril de 2021 tendo seu resultado divulgado apenas este mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.