Pelo Instagram, Marconi apresenta instalações do Hugo 2

Governador publicou em sua conta na rede social pequeno vídeo com imagens do hospital, que deverá, segundo ele, funcionar “de forma gradativa”

Marconi em visita ao Hugo 2 no ano passado | Foto: divulgação

Marconi em visita ao Hugo 2 no ano passado | Foto: divulgação

O governador Marconi Perillo (PSDB) publicou, na tarde deste domingo (29/3), em sua conta no Instagram, um vídeo com imagens do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) 2. Ainda sem data de inauguração confirmada, o hospital é referido pelo tucano-chefe como o maior do Centro-Oeste e deverá entrar em funcionamento “de forma gradativa”.

De acordo com o post, a Organização Social (OS) responsável pela gestão já foi licitada e contratada e os 3 mil profissionais que trabalharão na unidade já foram selecionados. “21 centroscirúrgicos, 80 leitos de UTI distribuídos em oito alas, 45 leitos para recuperação, 360 leitos de internação, duas emergências, laboratórios e unidade para atendimento a queimados” fazem parte dos serviços anunciados.

Veja o vídeo abaixo:

Vejam como estão as instalações do Hugo 2, que vai entrar em operação como o maior do Centro-Oeste. A Organização Social responsável pela sua gestão já foi licitada e contratada e os profissionais que trabalharão na unidade já foram selecionados. Serão 3 mil funcionários, 21 centros cirúrgicos, 80 leitos de UTI distribuídos em oito alas, 45 leitos para recuperação, 360 leitos de internação, duas emergências, laboratórios e unidade para atendimento a queimados, além da administração. Conforme regras estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde, o Hugo 2 vai começar a funcionar por etapas, de forma gradativa, até que todas as modalidades de atendimento estejam capacitadas para funcionar simultaneamente. Um grande avanço para a saúde em Goiás.

Um vídeo publicado por Marconi Perillo (@marconiperillo) em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.