Pandemia: hospital do RJ que é referência no tratamento contra Covid zera internações

É a primeira vez que o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, no Rio de Janiero, alcança tal feito

Sob aplausos, o aposentado Adelino Gomes deixa o hospital ao se recuperar da Covid-19 – Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio

O Hospital Municipal Ronaldo Gazolla (HMRG) , em Acaraí, Rio de Janeiro, que é referência no tratamento contra Covid-19, deu alta para o último paciente internado com Covid-19. Após quase 20 meses e 14.847 pessoas atendidas, o hospital não terá nenhuma internação devido à doença, completando um marco histórico da pandemia.

Na segunda-feira, 15, o aposentado Adelino Gomes da Silva Filho, de 70 anos, recebeu alta do HMRG. Ele estava internado tratando contra a Covid-19, desde o dia 20 de agosto. Sua saída do Gazolla foi comemorada pelos funcionários do hospital e pelo secretário de Saúde, Daniel Soranz.

“Hoje, encerramos o setor de Covid do Ronaldo Gazolla. Foi o maior hospital do Rio, e talvez do Brasil, no atendimento à doença. Com a alta do Adelino, transformaremos essa ala para atendimento do pós-Covid. Na cidade, temos 144 pessoas se recuperando de sequelas da Covid. Felizmente, temos nosso melhor panorama epidemiológico, com redução dos casos de internação e óbitos, há 12 semanas. É o melhor cenário desde abril de 2020”, afirmou Sonranz.

Desde o fim de março de 2020 o HMRG passou a se dedicar exclusivamente aos pacientes infectados pelo Coronavírus. Com a redução das hospitalizações, voltou a atender outras especialidades a partir de 1º de outubro deste ano, além de manter a assistência a pessoas com sequelas pós-infecção pela Covid-19.

A deminuição dos casos com a doença se dá devido ao avanço da vacinação. Segundo dados do consórcio de veículos de imprensa divulgados às 20h, no domingo, 14, o Brasil chegoua a marca de 59% da população com o esquema vacinal completo contra a Covid-19. São 125.380.340 doses aplicadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.