Paço adia envio de novo texto da reforma da Previdência municipal

Proposta que seria enviada na última semana tem nova previsão para chegar na Câmara

Sílvio Fernandes, presidente do IPSM, e prefeito Iris Rezende | Foto: Divulgação / Prefeitura de Goiânia

Prevista para a última semana, a apresentação de uma nova proposta de reestruturação do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSM) tem sido adiada pelo Paço.

Segundo o próprio prefeito Iris Rezende (MDB), a previsão atual é de que o texto chegue à Câmara de Goiânia na próxima semana.

A principal mudança será o aumento da alíquota para os servidores de forma progressiva. A primeira proposta elevava o percentual de 11% para 14% e foi alvo de críticas e protestos pela oposição e pela categoria.

Em entrevista recente ao Jornal Opção, o líder do prefeito na Casa, o vereador Tiãozinho Porto (PROS), defendeu que a discussão não seja “politizada”.

“O prefeito vai encaminhar um novo projeto para esta Casa e esperamos que que a CCJ [Comissão de Constituição e Justiça] não arquive de novo. Não podemos politizar, fazer política com um assunto como esse. Temos que ter muito cuidado”, argumentou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.