Operação combate esquema de desvio de dinheiro na prefeitura de Água Fria de Goiás

Ministério Público e Polícia Civil deu cumprimento a mandados de prisão. Alvos eram ex-prefeito e ex-secretários do município

Ex-funcionários da prefeitura, ex-secretários e o próprio ex-prefeito de Água Fria de Goiás foram alvo de operação deflagrada nesta quarta-feira (21/2) pelo Ministério Público de Goiás em parceria com a Polícia Civil.

A chamada Operação Cheque-Mate deu cumprimento a quatro mandados de prisão preventiva e um de busca e apreensão na prefeitura da cidade contra esquema de fraude na administração municipal.

A investigação, iniciada em 2015 teve como alvo o ex-prefeito da cidade, dois ex-secretários e Finanças e um contados do município. O nome dos envolvidos não foi divulgado pelo MP.

Segundo informação do MP, a Secretaria de Finanças do município estava sendo utilizada pelos ex-secretários da pasta para a prática de fraudes, consistentes na emissão de cheques em nome de um suposto servidor da prefeitura sem o conhecimento desse servidor.

Para legitimar a ação da quadrilha, os investigados forjaram contratos de prestação de serviços e emitiam cheques com base nos valores dos contratos, utilizando, para isso, um servidor da prefeitura como “laranja”, o que possibilitava que os valores obtidos com a compensação dos cheques fossem apropriados pelos envolvidos.

as investigações apontaram que, além das fraudes na emissão dos contratos, diversos cheques foram adulterados antes de serem enviados ao MP, com a intenção de legitimar a ação da quadrilha e justificar os valores pagos.

Ainda de acordo com o que foi apurado, os documentos fraudados eram emitidos com a assinatura e ciência do ex-prefeito e a fraude contava com o auxílio do contador. Os ex-secretários, conforme verificado, atuavam diretamente nos atos ilícitos, assinando os cheques juntamente com o ex-prefeito e cuidando de todo procedimento para que os valores dos cheques descontados chegassem até eles.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.