Onyx Lorenzoni diz que Goiás recebeu R$ 7 bi através do auxílio emergencial

Ministro esteve em Goiás para solenidade de anúncio ampliação de recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos Estadual (PAA)

Foto: Eduardo Pinheiro / Jornal Opção

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou na tarde desta quarta-feira, 23, que o governo federal pagou, através do auxílio emergencial, cerca de R$ 7 bilhões somente em Goiás. Ele participou de solenidade de anúncio ampliação de recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos Estadual (PAA), no Palácio das Esmeralda, em Goiânia.

Onyx salientou que o dinheiro pago através do auxílio, foi injetado na economia goiana, e faz parte da rede de proteção social criada pelo governo federal para combate à pandemia de Covid-19. “Encontramos 26 milhões de informais que não estavam no Cadastro Único e agora ampliamos, com valor menor, até dezembro”, apontou.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) reforçou que a agropecuária é a coluna vertebral do Brasil e de Goiás e também tem ação social, com responsabilidade e respeito ao meio ambiente.

“Hoje garantimos mais de 30 toneladas de grãos em forma de semente e um repasse total R$ 5,36 milhões para incentivo dos pequenos produtores que ficaram de fora do auxílio emergencial”, disse Caiado em referência ao PAA estadual.

O programa

Serão mais R$ 1,34 milhão, que somados aos R$ 4,02 milhões já disponíveis, vão totalizar R$ 5,36 milhões para a execução do PAA Estadual em Goiás. Podem participar do programa produtores rurais que possuem Declaração de Aptidão ao Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf/DAP Física).

Além dos recursos do PAA Estadual, em Goiás também foram liberados R$ 5,89 milhões, em 2020, para o PAA gerido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Com isso, serão disponibilizados R$ 11,25 milhões no estado, até o fim do ano, para a execução de programas de aquisição de alimentos que vão beneficiar pequenos produtores da agricultura familiar e pessoas em condições de vulnerabilidade social.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Antônio Carlos de Souza Lima Neto, reforçou a importância do agronegócio não somente para a economia goiana, como também na força que demonstrou durante a pandemia de Covid-19.

Antônio Carlos explica que os recursos serão usados para identificação dos pequenos agricultores que se enquadram no programa e compra dos produtos, que serão distribuídos pela Organização das Voluntárias de Goiás para famílias com maior vulnerabilidade social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.