Obra da 90 vai chegando ao fim e prazo permanece o mesmo

Conjunto de obras pela mobilidade urbana em Goiânia, além do sistema BRT, tem orçamento de R$10 milhões

A Prefeitura de Goiânia anunciou que deve entregar as obras da região Sul da cidade até o próximo dia 30. O empreendimento contou, até agora, com 236 dias de serviço e operários para trabalhar na interligação das redes de drenagem, complementação do pavimento e pintura das paredes da trincheira. O custo estimado de todo o empreendimento é de R$10 milhões.

A prefeitura considera que 90% da obra já foi entregue, a incluir dois viadutos que devem viabilizar melhor o tráfego, a pavimentação do corredor nos dois sentidos da 136 e deve finalizar com a execução dos meios-fios, calçadas e plantio de gramas e palmeiras Jerivá. Além disso, deve ser ligado um sistema de drenagem da Avenida Jamel Cecílio à Avenida 136, com 150 m de extensão e 1,2 m de diâmetro para captar a água do sistema viário para o Córrego Botafogo.

A administração do município informou que o sistema que fixa o tubo no canal abaixo do nível da trincheira por meio de macacos hidráulicos é mais sustentável, pois reduz os impactos ambientais e não atrapalha o trânsito, pois não há interdição da via. A trincheira da Rua 90 e demais obras devem aliviar o trânsito para mais de 100 mil veículos que passam pelo cruzamento, além de trazer agilidade para os 120 mil usuários de transporte público que fazem diariamente a rota entre as regiões Sul e Centro da Capital.

BRT Norte-Sul

Com um orçamento total estimado em R$400 milhões e uma extensão de 21,7 km, o BRT Norte-Sul sairá do terminal Recanto do Bosque, na Região Norte da Capital e cruzará a cidade até o terminal Cruzeiro do Sul, em Aparecida de Goiânia. Duas trincheiras, seis terminais de integração aos ônibus comuns e 30 estações de embarque e desembarque compõem a obra.

Os serviços foram iniciados em março de 2015, mas sofreu uma paralisação por conta de desentendimentos entre a Prefeitura, a Caixa Econômica Federal e órgãos de controle e só pode ser retomada em março de 2018, após Ministério Público e órgãos pertinentes assinarem um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Agora, somam 18 meses de trabalho e 54,29% do sistema é considerado pronto, de acordo com dados do mês de outubro. O trecho entre os terminais Isidória e Cruzeiro é de 5 km e ainda aguarda licitação. A previsão de conclusão desta obra é para outubro de 2020.

No trecho Norte, a prefeitura informa que estão em execução os últimos trechos da Avenida Oriente com prazo de quinze dias para conclusão. Os próximos passos serão os calçamentos do cruzamento com a Avenida Goiás Norte. No Trecho Sul, estão em finalização os trechos entre a Praça do Cruzeiro e o Terminal Isidória, exceto em frente ao HUGO, onde é feita a terraplanagem da pista lateral e as marginais em direção ao lado Sul. A Estação Isidória já estão com as obras em andamento.

Do valor total a ser gasto com o empreendimento, R$ 270 milhões deverão ser provindos do FGTS e R$ 130 milhões da Prefeitura.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.