OAB ingressa ação contra candidato a prefeito de Hidrolândia que faz sérias acusações contra advogados da cidade

Entidade argumenta que a postura do candidato viola os direitos e prerrogativas da advocacia, pois atinge “a honra objetiva da instituição e a moral coletiva da categoria”

Bruno do Posto: virtual candidato do MDB em Hidrolândia | Foto: Facebook

A Ordem dos Advogados dos Brasil (OAB-GO) ingressou com ação civil pública contra o candidato à prefeitura de Hidrolândia, Bruno César (MDB), por taxar advogados do município de “espertalhões” e “marginais”. A instituição pede a imediata retirada das publicações das redes sociais do candidato.

A OAB argumenta que a postura do candidato viola os direitos e prerrogativas da advocacia, pois atinge “a honra objetiva da instituição e a moral coletiva da categoria”.

Na ação, a instituição alega que na campanha eleitoral o candidato tem prometido aos eleitores a institucionalização de uma “Defensoria Pública Municipal” sob o argumento de que acabaria “a roubalheira praticada por espertalhões contra idosos e pessoas com deficiência”.

Também, em vários pronunciamentos, o candidato tem taxado os advogados de “marginais”. O emedebista afirma que os profissionais da advocacia se aproveitam da fragilidade dos hipossuficientes para praticar cobrança excessiva dos honorários advocatícios. Ele também também afirma que deveria ser objeto de investigação da Polícia Federal.

Histórico

Em julho deste ano, a OAB-GO publicou nota de repudio à campanha de Bruno César, que “desmerecia os honorários advocatícios cobrados nestas ações de prestação continuada e acusa a advocacia previdenciarista de aproveitar da fragilidades dos beneficiários”.

A equipe do Jornal Opção tentou contato com o candidato Bruno César, mas não conseguiu. Estamos abertos para saber do posicionamento dele. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.