Novos respiradores adquiridos pelo governo do estado fortalecem a estruturação de leitos de UTI

Meta é chegar ao final de julho com mais de mil leitos destinados aos pacientes com Covid-19

Respiradores adquiridos pelo governo do estado | Foto: Ascom

O governo de Goiás comprou mais 50 novos respiradores, que já estão na Secretaria Estadual da Saúde (SES), para fortalecer a implantação de leitos para tratamento da Covid-19. De acordo com dados da pasta, 164 leitos de UTI e 295 de enfermaria já estão em funcionamento em todo o Estado.

Os novos 50 respiradores custaram, ao todo, R$ 3 milhões – preço individual de R$ 60 mil. O vendedor foi a empresa Leistung Equipamentos Ltda, instalada em Jaraguá do Sul, Santa Catarina.

Pelo planejamento feito pela SES, esses equipamentos vão equipar o Hospital Regional de Luziânia (8); o Hutrin, em Trindade (2); o Hospital Dr. Geraldo Landó, em São Luís de Montes Belos (10); e o Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad, em Goiânia (10).

Há uma previsão de envio dos equipamentos para o Hospital de Campanha de Formosa (10) e para ampliação de leitos em outras unidades que ainda estão sendo definidas (10). Outros 10 ventiladores que já estavam sob gestão do Estado foram direcionados para ampliação da quantidade de leitos de UTI do Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás.

Leitos

Até o final deste mês, a previsão é de mais 154 nas unidades intensivas e 507 para os casos menos graves da doença. Com a concretização de mais esta etapa do planejamento, o estado alcança a meta planejada de 1.120 leitos, totalmente estruturados, com equipamentos e profissionais de Saúde à disposição dos pacientes.

Depois de Goiânia, que tem 83 leitos estaduais de UTI, distribuídos entre o Hospital de Campanha (Hcamp) e o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) – este destinado à pediatria –, Itumbiara, na região Sul, é a cidade com maior número de instalações já preparadas para receber pacientes com quadro mais delicado da Covid-19, que necessitam dos respiradores durante a internação. O Hospital São Marcos, atualmente HCamp Itumbiara, foi reinaugurado pelo governador no último dia 30 de junho.

Já Anápolis aparece em terceiro lugar com o maior número de UTIs estaduais (15), seguida de Catalão (12), Porangatu e Luziânia, cada uma com 10. Para o mês de julho, serão fortalecidas as estruturas intensivas de Jataí, com capacidade para até 30 leitos, São Luís de Montes Belos e Águas Lindas de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.