“Não temos compromisso com a candidatura A ou B ao governo de Goiás”, afirma Vilmar Rocha

O presidente do PSD diz que o partido irá definir sobre as alianças apenas no final de março de 2022

De acordo com o presidente do PSD em Goiás, Vilmar Rocha, a prioridade do partido para as eleições de 2022 é viabilizar e fortalecer a candidatura do ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, na disputa para o Senador Federal.

“A nossa prioridade é fortalecer a candidatura do Meirelles para o Senado. Além de formar as chapas de deputados estaduais e federais. A decisão sobre aliança com candidatos para o governo, vamos tomar lá na frente. Apenas no final de março de 2022. Pelo menos até o final do ano esse ambiente vai estar mais claro também sobre a sucessão presencial. Isso têm consequências e reflete nos estados”, pontuou.

No entanto, Meirelles tem proximidade com o governador Ronaldo Caiado (DEM), inclusive, o ex-ministro visitou recentemente o chefe do poder Executivo para um café da manhã no Palácio das Esmeraldas. A visita, à época, reforçou há possibilidade de uma aliança na chapa do governador para concorrer ao Senado.

Por outro lado, o senador Vanderlan Cardosos (PSD) tem articulado com o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, que até o momento se coloca como pré-candidato na disputa pelo governo de Goiás.

“Lá atrás, o Vanderlan já tinha declarado apoio ao Caiado. Ele dizia que iria apoiar e trabalhar para a reeleição do governador, porque ele [Ronaldo Caiado] tinha dado apoio na sua candidatura à prefeitura de Goiânia. Mas fazia uma ressalva, essa não é uma decisão do partido. E eu sempre reafirmei, nós só vamos definir isso no ano que vem, em 2022. Não temos compromisso com a candidatura A ou B. Não há decisão nesse sentido. Vamos dialogar para tomar uma decisão. Essa é posição do PSD e nós vamos continuar nela”, frisou o presidente do PSD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.