“N├úo sabemos a prioridade da prefeitura”, diz vereadora sobre empr├®stimos de R$ 145 mi

Projetos de lei do prefeito querem abrir opera├º├úo de cr├®dito para comprar novas m├íquinas na Comurg e investir na fiscaliza├º├úo tribut├íria

Vereadora Sabrina Garcêz (PTB), presidente da CCJ | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Tramitam na C├ómara Municipal de Goi├ónia tr├¬s projetos de lei de autoria do prefeito Iris Rezende (MDB) de autoriza├º├úo para tomada de empr├®stimos que, juntos, somam R$ 145 milh├Áes.

O primeiro deles, j├í aprovado em primeira vota├º├úo em plen├írio na ├║ltima quinta-feira (14/6), pede abertura de cr├®dito junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 50 milh├Áes para compra de maquin├írio para a Comurg. A mat├®ria gerou pol├¬mica na Casa e foi motivo de mais uma indisposi├º├úo entre o Executivo e os vereadores.

“O processo encaminhado pelo Pa├ºo n├úo tem instru├º├úo de viabilidade financeira, qual a porcentagem da contrapartida do munic├¡pio, ou nem mesmo plano de custos . Ser├í que a compra de maquin├írio pesado ├® realmente mais vantajoso que o aluguel, levando em conta os custos de manuten├º├úo? Legalmente, a prefeitura n├úo ├® obrigada a apresentar nada disso, mas ├® aconselh├ível e moral que assim seja feito. Por isso o mal estar”, explicou a presidente da Comiss├úo de Constitui├º├úo e Justi├ºa (CCJ), vereadora Sabrina Garc├¬z (PTB).

Na comiss├úo tramitam outros dois projetos de lei do prefeito de autoriza├º├úo para abertura de cr├®ditos e podem entrar na pauta de vota├º├úo nas pr├│ximas semanas.

Um deles disp├Áe sobre a contrata├º├úo de opera├º├úo de cr├®dito de at├®┬áR$ 35 milh├Áes junto ao┬áBanco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O dinheiro seria destinado ├á moderniza├º├úo de equipamentos e capacita├º├úo t├®cnica de funcion├írios para melhorar a gest├úo fiscal do munic├¡pio. O outro ├® um pedido para tomada de empr├®stimo, desta vez no valor de R$ 60 milh├Áes junto ao┬áBanco Nacional de Desenvolvimento Econ├┤mico e Social (BNDES),┬átamb├®m para moderniza├º├úo da administra├º├úo tribut├íria.

“O problema ├® a falta de a├º├úo da administra├º├úo municipal. N├úo sabemos qual a prioridade da prefeitura. O que nos preocupa ├® a situa├º├úo dos servidores municipais, o caos nos servi├ºos de Sa├║de e Educa├º├úo e a prefeitura preocupada em pegar esses empr├®stimos. A falta de prioridade ├® vis├¡vel em todas as ├íreas”, criticou.

O projeto para aquisi├º├úo de verba para a Comurg est├í em tramita├º├úo na Comiss├úo de Finan├ºas e a expectativa ├® de que volte para segunda vota├º├úo em plen├írio j├í na semana que vem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.