MPE cumpre mandados de busca e apreensão contra candidata a vereadora de Paraúna

Órgão apura denúncias de incompatibilidade de gastos com limite legal para cargo de vereador

Ministério Público | Foto: Divulgação

O Ministério Público Eleitoral deflagrou, nesta segunda-feira, 16, operação para cumprimento de mandados de busca e apreensão nos municípios de Paraúna e em Rio Verde. O órgão apura denúncias de incompatibilidade de gastos com limite legal para cargo de vereador por uma candidata de Paraúna.

Segundo apurou o Ministério Público, ela teria realizado , desde o período de pré-campanha, atos de propaganda eleitoral cujos valores seriam incompatíveis com o limite legal de gastos para o cargo de vereador, e que foram declarados por ela em sua prestação de contas parcial apresentada à Justiça Eleitoral.

O objetivo da busca e apreensão, além de apuração de vestígios sobre crime de falsidade ideológica, também é investigar possível corrupção eleitoral .

De acordo com o promotor eleitoral Paulo Vinícius Parizotto, responsável pelo caso, a candidata, que não teve o nome divulgado, teria se utilizado de sua influência política, para cooptar funcionários públicos municipais. Ela foi secretária municipal por duas gestões distintas no município (2013-2016 e 2017-2020).

Os funcionários teriam sido contratados por regime de vínculo precário (temporários), para conseguir voto e também o apoio deles como verdadeiros “cabos eleitorais” em troca de futuras nomeações em cargos e funções comissionados do município.

Caixa 2

O Ministério Público aponta que o fato de esta candidata eleita ter contratado o serviço de um profissional de marketing para ficar responsável por toda a sua campanha eleitoral, porém, com indícios de que valores declarados à Justiça Eleitoral foram subfaturados e omitidos, sendo pagos por meio de caixa 2, sobretudo se considerada a farta e bem produzida publicidade realizada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.