Operação Voto Limpo investiga esquema praticado por vereador eleito e sua equipe

Foto: Reprodução

O Ministério Público Eleitoral (MPE), em parceria com a Polícia Federal (PF), Polícias Civil (PCGO) e Militar (PMGO) cumprem, na manhã desta terça-feira, 1, nove mandados de busca e apreensão deferidos pelo Juízo Eleitoral da 38ª Zona Eleitoral de Goiatuba.

A Operação foi batizada de “Voto Limpo” e tem o objetivo de apurar supostas irregularidades que sustentam a existência de um esquema de compra de votos, praticado, em tese, por um vereador eleito pelo município e seus equipe.

A Operaão comandada pelo MPE conta também com o apoio do Centro de Inteligência e Gabinete de Segurança Institucional, ambos do Ministério Público.

Outros detalhes sobre a investigação só serão revelados após a apuração de todos os indícios. Até lá, o promotor eleitoral responsável pela operação não concederá entrevistas.