Morre aos 74 anos Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco

Icônico e polêmico cruzmaltino será velado no Rio de Janeiro

Eurico Ângelo de Oliveira Miranda foi também deputado federal pelo Rio de Janeiro | Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Morreu nesta terça-feira (12) o ex-dirigente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, aos 74 anos de idade, vítima de câncer no cérebro. Presidindo o Departamento de Futebol do clube por quase 14 anos, Eurico Miranda participou da conquista da Copa Libertadores, da Copa Mercosul, de três Campeonatos Brasileiros, de uma Copa Rio-São Paulo e de seis Campeonatos Estaduais. Ele presidia atualmente o Conselho de Beneméritos do Club de Regatas Vasco da Gama.

O controverso ex-presidente também é lembrado por, entre outras polêmicas, provocar a Globo em 2000, na final da Copa João Havelange. Na ocasião, em 18 de janeiro de 2001, o Vasco da Gama disputou a partida com o logotipo do SBT estampado na camiseta, motivado pela torcida que cantava os temas do apresentador Sílvio Santos. Não houve contrato de patrocínio envolvido, Eurico Miranda tomou a atitude para provocar o canal que detinha os direitos de transmissão da final.

Eurico Miranda estava com a saúde debilitada desde o início de 2018, se mantendo distante do público. O ex-presidente do clube, que também era advogado, já havia vencido um câncer no pulmão e bexiga.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.