Homens são mais prejudicados por café expresso e mulheres, por beber café coado 

Pesquisa realizada na Noruega identificou que a maneira de se preparar café influencia diretamente na saúde das pessoas. Publicado na revista científica Open Heart, o estudo testou voluntários consumindo café expresso e café coado.

Os resultados mostram que a quantidade de xícaras consumidas por dia podem estar diretamente relacionados ao aumento de riscos de problemas cardíacos. Homens que consumiam mais de três xícaras por dia apresentaram problemas do coração e mulheres tiveram os mesmos sintomas ao tomar grandes quantidades de café coado.

Além de problemas cardíacos, foi constatado que consumo de três a cinco xícaras de café por dia foi associado ao aumento de colesterol em homens ante pessoas que não bebiam. Por outro lado, beber mais de seis xícaras ou mais de café coado diariamente foi relacionado a níveis mais altos de colesterol em mulheres, mas não nos homens.

Cerca de 21 mil pessoas com mais de 40 anos que moram em uma cidade do país escandinavo foram avaliadas por pesquisadores da universidade norueguesa UiT The Arctic University of Norway.