Ministra Laurita Vaz é homenageada e Marconi ressalta conquistas das mulheres

Laurita é a primeira mulher a presidir o STJ e afirmou se sentir honrada por receber uma homenagem de seus conterrâneos

Para governador, o fato de Laurita assumir o STJ é mais um avanço das mulheres | Foto: Humberto Silva

Para governador, o fato de Laurita assumir o STJ é mais um avanço das mulheres | Foto: Humberto Silva

O governador Marconi Perillo (PSDB) participou da sessão solene de outorga do Colar do Mérito Judiciário,pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), à ministra presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, na manhã desta segunda-feira (21/11). Para o governador, ter uma goiana na presidência desse importante órgão do judiciário brasileiro é motivo de orgulho. Laurita afirmou estar muito feliz por voltar à sua terra para receber uma honraria tão alta. O evento aconteceu no Plenário da Corte Especial do TJ-GO.

Laurita Vaz é a primeira mulher a presidir o STJ. Para ela, mulheres assumirem cargos de presidência será comum nos próximos anos. O governador afirmou que o fato de Laurita assumir o STJ é mais um avanço das mulheres. “Representa a participação e o sucesso das mulheres em todas as áreas do nosso país”, disse.

“Toda vez que venho ao meu querido Estado sou inundada de gratidão. Essa comenda é muito importante por vir dos meus conterrâneos. O Estado onde nasci, cresci e trabalhei”, agradeceu a ministra em seu discurso.

O presidente do TJGO, Leobino Valente, ressaltou o caráter cívico da ministra. “A decisão unânime da corte em concedê-la essa homenagem faz jus à sua brilhante carreira. Laurita é honrada e cautelosa. Uma mulher digna e humilde, fruto de uma formação cívica”.

A comenda Colar do Mérito Judiciário é a mais alta honraria concedida a pessoas que tenham prestado relevantes serviços à cultura jurídica ou ao Poder Judiciário. “O colar representa a compreensão por parte do judiciário e do povo goiano que ela é detentora de todas as qualidades para estar onde está”, afirmou Marconi em entrevista antes da sessão solene.

Estavam presentes na solenidade a ministra do Tribunal Superior do Trabalho, Delaíde Alves, o vice-governador e secretário de Segurança Pública, José Eliton (PSDB), o procurador-geral de Justiça do Estado de Goiás, Lauro Machado, além de deputados e autoridades do governo do Estado.

Visita

Após a sessão de outorga da comenda, Marconi,  Laurita e Leobino foram ao Fórum Cível de Goiânia, no Parque Lozandes, para uma visita de cortesia à nova sede,  acompanhados do juiz Wilson Dias, diretor da Comarca. O governador e a ministra conheceram as instalações e cumprimentaram os funcionários.

Laurita Vaz formou-se em Direito em 1976 pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO). Especializou-se em Direito Penal e em Direito Agrário na mesma instituição. Foi promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de Goiás entre 1978 e 1984, quando ingressou no Ministério Público Federal como procuradora da República. Foi promovida a procuradora regional em 1997 e a subprocuradora-geral da República em 2000. Em 2001, foi nomeada ministra do Superior Tribunal de Justiça. Nascida em Anicuns, Laurita Hilário Vaz é especializada em Direito Penal. (Informações do Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás)

Deixe um comentário