Mês do “troca-troca” partidário já tem data marcada

PEC da Reforma Política, que foi aprovada no ano passado, deve ser promulgada no dia 18 de fevereiro

Deputado federal Delegado Waldir e Renato de Castro: devem trocar de partido | Foto: Renan Accioly e Marcos Kennedy

Deputado federal Delegado Waldir e Renato de Castro: devem trocar de partido | Foto: Renan Accioly e Marcos Kennedy

O pós-Carnaval de deputados e vereadores em todo o Brasil será movimentado. Isso porque foi marcada para o dia 18 de fevereiro a promulgação da emenda constitucional que abre “janela” para troca de partidos sem a perda de mandato.

Apelidado de mês do “troca-troca”, o período de 30 dias foi proposto e aprovado no texto da Reforma Política. Conforme a PEC 182/07, os detentores de mandatos eletivos poderão deixar os partidos pelos quais foram eleitos nos 30 dias seguintes à promulgação da emenda.

Com a “janela”, abre-se a possibilidade de parlamentares descontentes negociarem sua saída e filiação em outro partido. O objetivo, claro, as eleições de 2016.

Em Goiás, o Jornal Opção apurou que pelo menos oito deputados estaduais e três deputados federais avaliam trocar de legenda. Os casos mais adiantados são o do tucano Delegado Waldir, que já deu sinais de que deixará o PSDB para disputar a Prefeitura de Goiânia, e o petista Renato de Castro, que será candidato em Goianésia, pelo PMDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.