Informação publicada pela Folha de S. Paulo revela que chanceleres do bloco votaram por uma nova suspensão 

Chavismo marcha em favor do governo na Venezuela | Foto Carmen Meléndez‏/gestionperfecta

O Mercosul decidiu, neste sábado (5/8), suspender por tempo indeterminado a Venezuela do bloco (formado também por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) e fez um apelo para que o país inicie uma transição política imediata. A informação foi publicada pela Folha de S. Paulo.

Os chanceleres se reuniram e deliberaram que a Venezuela violou a ordem constitucional e que a suspensão seguirá até que os presos políticos sejam libertados, a Assembleia Constituinte dissolvida e a democracia “restaurada” no país.

Desde abril, a Venezuela vive uma onda de manifestações a favor e contra o governo, muitas delas violentas e que já deixaram cerca de 100 mortos e mais de mil feridos.

O governo Maduro deu posse na última sexta-feira (4) a uma nova Assembleia Nacional Constituinte, que a oposição não aceita.