Membros do MP Eleitoral em Goiás declaram apoio a urna eletrônica

Na nota, eles afirmam que “as urnas eletrônicas são confiáveis, seguras, dinâmicas, eficientes e que a condução dos pleitos eleitorais brasileiros por meio da Justiça especializada é feita de forma séria, competente e republicana”

Nesta sexta-feira, 16, uma nota defendendo o sistema eleitoral brasileiro foi divulgada pela Coordenadoria Estadual de Apoio às Promotorias Eleitorais do Ministério Público de Goiás e os promotores de Justiça com atuação eleitoral no Estado. O movimento faz parte de uma mobilização social que acontece no país inteiro em defesa da segurança e eficácia das urnas eletrônicas, após as acusações sem provas do presidente Bolsonaro de que o sistema eleitoral atual do Brasil sofria fraudes.

Confira a nota na íntegra:

NOTA EM DEFESA DO SISTEMA ELEITORAL NACIONAL

A defesa do regime democrático e a fiscalização das eleições nacionais são missões atribuídas ao Ministério Público pela Constituição de 1988. Assim, como fiscais de todo o processo eleitoral, os(as) Promotores(as) de Justiça eleitorais infra-assinados(as), com atuação no Estado de Goiás, vêm manifestar-se e tecer as seguintes considerações sobre a confiabilidade do atual sistema eleitoral, precipuamente com a utilização das urnas eletrônicas.

Importante consignar que, desde a implementação daquelas urnas, há 25 anos, o Ministério Público Eleitoral acompanhou, no exercício de suas atribuições constitucionais, todas as eleições realizadas em solo goiano, podendo atestar a segurança, a celeridade e a integridade do sistema de urnas eletrônicas.

Nesse período, não há registro de nenhuma fraude que demandasse a atuação de promotores(as) eleitorais, sendo que estes(as), os(as) juízes(as) eleitorais, os(as) serventuários(as) da Justiça Eleitoral, os(as) fiscais partidários, os(as) próprios(as) candidatos(as) e os(as) representantes da Ordem dos Advogados acompanham todo o processo eleitoral, inclusive no que concerne à instalação das urnas eletrônicas, emissão da zerésima e apuração dos resultados, inexistindo quaisquer razões para se desacreditar o sistema de votação pátrio.

Assim, na mesma linha da nota em defesa do sistema eleitoral subscrita por 8 (oito) ex-Procuradores-Gerais Eleitorais, afirmamos que as urnas eletrônicas são confiáveis, seguras, dinâmicas, eficientes e que a condução dos pleitos eleitorais brasileiros por meio da Justiça especializada é feita de forma séria, competente e republicana.

Por fim, registramos que, a par de considerarmos válida e importante toda discussão que vise ao aperfeiçoamento do sistema eleitoral, rechaçamos o desrespeito aos preceitos constitucionais e quaisquer retrocessos.

Leandro K. Murata (45ª Z.E – Coordenador Estadual de Apoio aos PJ Eleitorais)
Mozart Brum Silva (134ª Z.E)
Denis Augusto Bimbati Marques (3ª Z.E)
Vanusa de Araújo Lopes de Andrade (1ª Z.E)
Marísia Sobral Costa Masseiux (2ª Z.E)
Ariane Patrícia Guimarães (34ª Z.E)
Antônio de Pádua Freitas Júnior (131ª Z.E)
Roni Alvacir Vargas (8ª Z.E)
Renato Teatini de Carvalho (130ª Z.E)
Frederico Ramos Machado (29ª Z.E)
Fabíola Marquez Teixeira (147ª Z.E)
Anna Edesa Ballatore Holland Lins Boabaid (66ª Z.E)
Deusivone Campelo Soares (80ª Z.E)
Grazielly dos Santos Rodrigues Barros (76ª Z.E)
Fabrício Roriz Hipólito (27ª Z.E)
Luís Guilherme Martinhão Gimenes (141ª Z.E)
Leonardo de Oliveira Marchezini (110ª Z.E)
Mário Henrique Cardoso Caixeta (13ª Z.E)
Eduardo Silva Prego (20ª Z.E)
Lucas César Costa Ferreira (31ª Z.E)
Rafael Corrêa Costa (94ª Z.E)
Antonella da Cunha Paladino (88ª Z.E)
Bernardo Morais Cavalcanti (95ª Z.E)
Márcia Gomes
Wessel Teles de Oliveira (72ª Z.E)
Fabrício Lamas Borges da Silva (97ª Z.E)
Carolina de Angelis Prado (79ª Z.E)
Daniel Lima Pessoa (28ª Z.E)
Pedro Henrique Silva Barbosa (49ª Z.E)
Bernardo Monteiro Frayha (36ª Z.E)
Márcio do Nascimento (119ª Z.E)
Pedro Alves Simões (41ª Z.E)
Francisco Borges Milanez (39ª Z.E)
Susy Áurea Carvalho Pinheiro (127ª Z.E)
Márcia Cristina Peres (74ª Z.E)
Márcia Ferreira Gomes (14ª Z.E)
Gabriela Starling Jorge Vieira de Mello (26ª Z.E)
Leonardo Seixlack Silva (15ª Z.E.)
Nádia Maria Saab
Úrsula Catarina Fernandes da Silva (99ª Z.E.)
Rafael Correa Costa (94ª Z.E.)
Vanusa de Araújo Lopes Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.