Média de jovens goianos que concluem o ensino médio é maior que a do Brasil

Estudo mostra ainda que Goiás ficou na frente de Estados como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais

Foto: Divulgação/ Seduc-Goiás

Foto: Divulgação/ Seduc-Goiás

O levantamento divulgado na última segunda-feira (8/12) pelo movimento Todos pela Educação mostra que no ano passado, 57,6 % dos jovens de Goiás conseguiram concluir o ensino médio até os 19 anos. O índice goiano supera o nacional em 3,3%. O indicador, calculado com base nos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) 2013, aponta que a média do País é de 54,3%.

O estudo mostra ainda que Goiás ficou na frente de Estados como Rio Grande do Sul (48,8%), Rio de Janeiro (56,7%) e Minas Gerais (57,3%). Além disso, de 2012 para 2013 o número de jovens goianos que concluíram o ensino médio até os 19 anos saltou 9,2%. Em 2012, o percentual era de 48,4%.

Uma das metas propostas pelo Todos pela Educação para que se garanta educação de qualidade é que até 2022 pelo menos 90% dos jovens concluam o ensino médio até os 19 anos.

Já os indicadores de conclusão do ensino fundamental até os 16 anos foi alcançada por 71,7% dos jovens. A meta definida pelo Todos pela Educação é que até 2022 pelo menos 95% dos jovens completem o ensino fundamental até essa idade.

Outro dado chama atenção, se levar em conta a raça, a parcela de jovens negros que concluem os ensinos fundamental e médio mais tarde é maior que a dos jovens brancos. Os declarados brancos que concluíram o ensino fundamental aos 16 anos são 81% e os que concluíram o ensino médio aos 19 anos são 65,2%. Em relação aos negros, esses percentuais são 60% e 45%, respectivamente.

Em relação à renda, entre os 25% mais ricos, 83,3% terminam o ensino médio. Já entre os 25% mais pobres, este índice cai para 32,4%.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.