Marconi e primeiro-ministro do Quebec fazem acordo de intercâmbio cultural

Músicos e artistas plásticos goianos poderão se apresentar no Canadá. Goiás também receberá artistas canadenses

Divulgação

Divulgação

O governador Marconi Perillo (PSDB) e o primeiro-ministro do Quebec, Philippe Couillard, assinaram nesta quinta-feira (22/9) documento que estabelece acordo de intercâmbio cultural entre Goiás, Quebec e outras províncias canadenses.

A cooperação foi sugerida pelo primeiro-ministro e recebeu respaldo imediato do governador. O intuito é propiciar que músicos e artistas plásticos goianos se apresentem no Canadá. O Estado, por sua vez, também poderá contar com a arte canadense.

“A ideia é que os nossos artistas venham para cá se apresentar no Canadá, e os daqui também possam prestigiar a cultura goiana se apresentando lá. É um acordo de cooperação, que exige contrapartida dos dois lados. A ideia é que a Orquestra Filarmônica de Goiás, a Orquestra Jovem, a companhia de dança; que artistas das mais variadas áreas possam vir aqui trazer a arte goiana. E que os artistas daqui também possam nos brindar com suas belas artes”, afirmou Marconi, em entrevista à imprensa local.

Ele informou que o primeiro-ministro também sugeriu que um fotógrafo goiano faça um livro com fotografias do Rio São Lourenço, o mais importante do Canadá; e que um fotógrafo canadense faça um trabalho de registro do Rio Araguaia.

A Cônsul-geral do Brasil em Quebec, Maria Elisa Teófilo de Luna, afirmou que o acordo é uma cooperação extremamente promissora, e elogiou a iniciativa de Marconi de fortalecer as relações com o Canadá.

“O primeiro-ministro ficou muito entusiasmado. Foi ele quem suscitou o assunto de estender a cooperação que já existe na área da saúde e educação também para o setor cultural. Esse contato pessoal é humano, é importantíssimo. Estreitar laços não é só por telefone. É importantíssimo esse esforço que o governador faz de sair das próprias tarefas no Estado para atender a necessidade de ampliar relações bilaterais. Acredito muito no futuro dessa cooperação, que está crescendo muito”, declarou.

O governador lembrou que o primeiro-ministro já foi também ministro da Saúde em Quebec, e que mantém relações com Goiás desde 2002, quando auxiliou o governo na formatação do Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer). “Ele nos recebeu muito bem. Gostei muito da iniciativa, da parceria que ele propôs. Também falamos de intensificar o intercâmbio na área comercial. Os empresários que vieram conosco tiveram reuniões aqui na área de medicamentos farmacêuticos, de etanol, energias renováveis”, informou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.