Marconi busca viabilizar empréstimo de R$ 1 bilhão junto ao BNDES

Em audiência com ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, governador goiano pediu empenho para viabilizar benefício

Jayme Rincón, João Furtado, Marconi e o ministro Meirelles | Foto: Marco Monteiro

Acompanhado do secretário da Fazenda, João Furtado, e do presidente da Agetop, Jayme Rincón (PSDB), o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) teve audiência na manhã desta quinta-feira (10/8), em Brasília, com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD-SP).

A consolidação de um empréstimo de um valor entre R$ 500 milhões e R$ 1 bilhão para o Governo do Estado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi o principal assunto tratado no encontro.

Segundo o governador, a proposta de Goiás para a concessão do empréstimo encontra-se em fase final de análise. “Estamos muito próximos de sacramentar mais este aporte ao programa Goiás na Frente”, anunciou.

Todo o dinheiro oriundo desse empréstimo deverá ser aplicado em obras de infraestrutura beneficiando todas as regiões do Estado, seguindo a orientação do “Goiás na Frente”. A concretização da operação, de acordo com a expectativa do governador, poderá se dar nos próximos dias.

Na reunião com Meirelles, Marconi buscou também aprofundar as negociações para a realização de um encontro de contas entre o governo do Estado e a União. “A União deve a Goiás. Ela é quem deveria nos pagar. Este assunto tramita no Supremo Tribunal Federal. Estamos otimistas com um desfecho breve e favorável”, comentou.

Ao ministro da Fazenda, disse ter deixado claro que o Estado está disposto a propor um acordo, uma conciliação sobre encontrar uma solução no que se refere a esse ativo que Goiás tem. “Estamos conversando bastante, mas ainda falta uma definição”, salientou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.