Manifestantes em São Paulo pedem por impeachment de Dilma e intervenção militar

Foi realizada nesta sábado (1º/11) à tarde, na Avenida Paulista, em São Paulo, uma manifestação pedindo pelo impeachment da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT). Com cerca de mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar, o ato foi organizado nas redes sociais e pedia também por um golpe militar, a fim de “livrar” o país do PT. O número foi bem inferior ao que estava confirmado no site do evento, que chegou a 100 mil pessoas.

Algumas figuras públicas, como o cantor Lobão, foram ao local. O artista, que foi contra a reeleição de Dilma, pediu pela recontagem dos votos das eleições presidenciais. Mesmo com as diversas bandeiras no local, Lobão sustentou que o movimento tenha como objetivo dar um golpe militar. “Não tem ninguém golpista aqui”, disse.

Enquanto o grupo marchava, pessoas em prédios da avenida penduraram em suas janelas bandeiras vermelhas da campanha de Dilma. Os manifestantes gritavam “volta para Cuba” em resposta. O grupo que protestava defendeu um novo golpe militar dizendo que o sistema que há atualmente não é democracia.

As informações são da Folha de S. Paulo.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Wesley Silva

Ridículo! Era pra dar uma pá e uma enxada pra cada um ir trabalhar!