Manifestantes acorrentados à sede da CMTC pedem a volta do Ganha Tempo

Ato de protesto acontece na manhã desta quinta-feira (4/12) e exige que presidente da companhia assine documento restabelecendo programa imediatamente

Foto: Jales Silva

Foto: Jales Silva

A entrada da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), no Setor Leste Universitário, amanheceu movimentada nesta quinta-feira (4/12). Manifestantes do Coletivo Tarifa Zero Goiânia se acorrentaram às portas da entidade para exigir a reativação do programa Ganha Tempo no transporte coletivo da Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com o integrante do coletivo Tales Silva, cerca de oito pessoas usando máscaras de políticos e de dirigentes das empresas do transporte público estão “presas” no local.

Os manifestantes alegam que o Pacto pelo Transporte, firmado entre associações de classe, autoridades municipais e estaduais em abril deste ano, não foi cumprido. “O programa deveria ser reativado no mês de outubro, o que não ocorreu. Pretendemos com essa manifestação que a CMTC se posicione e cumpra ao menos o que foi acordado”, alega o grupo.

Em entrevista ao Jornal Opção Online, Jales Silva afirmou que até as 9 horas a presidente da companhia, Patrícia Veras, não havia os recebido. “O chefe de gabinete veio aqui, nos pedindo para entrar, mas não vamos. Política se faz na rua, não em gabinete, queremos que a presidente venha aqui se posicionar”, explicou ele. O Tarifa Zero Goiânia produziu um documento, o qual querem que seja assinado por Patrícia Veras, que garante a volta do programa imediatamente.

Reposta

Por meio de nota-resposta, a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) esclarece que, na manhã desta quinta-feira (4/12), o grupo de manifestantes foi convidado a entrar na sede do órgão para que as reivindicações fossem oficialmente recebidas e discutidas na presença da presidente da entidade, mas o convite, até o momento, segundo a assessoria, não foi aceito.

A CMTC informa que, em relação ao Programa Ganha Tempo, que foi suspenso em dezembro de 2013 por determinação judicial, contestou a decisão e aguarda novo parecer do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO).

“Em abril deste ano, após deliberação da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), foi acordado o retorno do Ganha Tempo a partir de outubro. As discussões para a retomada do programa foram suspensas devido ao período eleitoral assim como a conclusão do processo para o início do pagamento de 50% das gratuidades da tarifa do transporte coletivo proposto na época pelo Governo do Estado”, explica a nota.

A assessoria lembra, ainda, benefícios que foram disponibilizados: “desde maio, a CMTC implantou 2.069 viagens diárias a mais na operação do transporte coletivo de Goiânia e região metropolitana, o que representou mais de 300 mil lugares ofertados aos usuários”.

De acordo com a companhia, a frota recebeu o reforço de 95 ônibus e 231 novos motoristas foram contratados pelas empresas concessionárias, que também “restabeleceram o serviço de atendentes nos 14 terminais de integração da região metropolitana de Goiânia”.

Além disso, o monitoramento do transporte coletivo, em tempo real, começou a ser feito em agosto com a instalação de câmeras de segurança em 160 ônibus e deve ser expandido para a maioria dos veículos, que circula na região metropolitana.

 

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Marília

Muito boa a atitude desse grupo! A luta tem que continuar contra as empresas e seus lacaios.