Major Vitor Hugo sofre nova derrota e PL indica evangélico para vice da Câmara

Eleição será realizada nesta quarta-feira, 25. Portela recebeu 21 votos, contra 19 de Vitor Hugo

Em votação interna, o Partido Liberal (PL) decidiu nesta terça-feira, 24, indicar o evangélico Lincoln Portela (MG) para a eleição à vice-presidência da Câmara, derrotando o deputado Vitor Hugo (GO), candidato do presidente Jair Bolsonaro e ex-líder do governo na Casa. A eleição será realizada nesta quarta-feira, 25. Portela recebeu 21 votos, contra 19 de Vitor Hugo.

O Planalto orientou votação no nome do bolsonarista, que é pré-candidato ao governo de Goiás. Os 40 votos computados representam pouco mais da metade da bancada do PL na Câmara, que tem 77 deputados. Se eleito, Portela substituirá o deputado Marcelo Ramos (PSD-AM), destituído pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), após pressão do PL, partido de Bolsonaro.

O nome de Portela foi anunciado pelo líder do PL na Câmara, Altineu Côrtes (RJ), durante a sessão desta terça. Ele é visto como um quadro tradicional do PL e tem posições alinhadas à do governo em algumas questões. Na votação do projeto que regulamentou a educação domiciliar, na última quarta-feira, 19, ele foi à tribuna defender a modalidade de ensino.

Lira fará novas eleições para preencher não só a vice-presidência, mas também a segunda secretaria, ocupada por Marília Arraes (PE) –que saiu do Partido dos Trabalhadores para o Solidariedade–, e a terceira secretaria, que hoje é dirigida por Rose Modesto (MS) –que trocou o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) pela União Brasil (UB). As vagas serão disputadas por deputados do PT e do PSDB.

*Com informações da Folhapress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.