Segundo o prefeito de Aparecida, qualquer movimento seu poderia atrapalhar projeto de Daniel Vilela para o Governo do Estado

| Foto: Bruna Aidar/ Jornal Opção
Prefeito de Aparecida também afirmou que não existe possibilidade de o PMDB apoiar nome de outro partido para a disputa estadual em 2018 | Foto: Bruna Aidar/ Jornal Opção

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), negou, em entrevista ao Jornal Opção, que pretenda disputar vaga para o Senado ou para o Governo do Estado em 2018. Segundo ele, sua prioridade é apoiar seu filho, Daniel Vilela (PMDB), para governador: “Eu sou carta fora do baralho, eu não vou concorrer com o meu filho”, garantiu.

[relacionadas artigos=”80993,79972″]

Maguito afirmou que descarta também a disputa para o Senado porque acredita que o melhor cenário seria que Daniel apoiasse um candidato de outro partido. “Qualquer movimento meu atrapalha o projeto do Daniel. Para o Senado, ele tem que fazer composição com outros partidos para ter apoio se for o candidato”, explicou.

Para o prefeito, o mais importante é que o PMDB realmente lance candidato. Questionado, por exemplo, sobre a possibilidade de a legenda apoiar um nome de outro partido, como o de Ronaldo Caiado (DEM), Maguito se diz radicalmente contra. “Como é que um partido que elege o prefeito da capital, da segunda maior cidade do Estado, de um grande número de cidades grandes e médias deixa de ter candidato ao governo?”

“O PMDB tem que ter candidato em 2018 e vai ter. Eu sempre defendi isso e não é só para o PMDB não, eu defendo que todo partido sério, que se preze, tem que lançar candidato. Senão não é partido, não quer poder: quer negociar e isso é inadmissível na democracia em que vivemos”, opinou o prefeito.

Ele disse que, se Caiado resolver ir para o PMDB, tem boas chances de ser o candidato do partido, mas que, pessoalmente, prefere que ele fique no DEM: “Eu torço para que ele seja candidato pelo DEM, como torço para que todos os partidos lancem candidatos, para que a sociedade tenha um leque de opções maior”.

Além disso, ressalta ele, o partido tem vários nomes que podem disputar o pleito. “Ronaldo Caiado é um excelente quadro, mas nós temos também o deputado federal Pedro Chaves; os deputados estaduais Bruno Peixoto, Paulo Cezar, Adib Elias e José Nelto; o prefeito de Jatái, Humberto Machado; Daniel, claro, e tantos outros nomes… Como é que tendo quadros importantes como esse você não tem candidato ao Governo do Estado?”, questionou.