No PSB, Luxemburgo terá liberdade para se candidatar ao cargo que escolher

De acordo com o presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, o político chega ao partido com liberdade para ser candidato e também para fortalecer a sigla 

Com a ficha abonada pelos presidentes dos diretórios nacional do PSB, Carlos Siqueira, e regional do Tocantins, Carlos Amastha, o técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo retornou à sigla, na qual esteve filiado por São Paulo, quando treinava o Palmeiras, entre os anos de 2018 e 2019, na manhã desta segunda-feira, 28, após se reunir com os socialistas em Brasília. Antes, o político passou pelo PCdoB, partido do qual se desligou no início de março. Ele também foi cotado para disputar o Senado Federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT).  

De acordo com o presidente nacional do partido, o novo socialista terá liberdade para se candidatar ao governo, ao senado, à vice-governadoria ou “ao cargo que o político quiser”. Isso porque, de volta aos quadros do PSB, o futebolista, que também é empresário no Tocantins, onde é sócio da TV Jovem de Palmas, terá espaço para ir às urnas, como já foi adiantado pelo Jornal Opção. O treinador, que estava no comando do Cruzeiro até o início do ano tem sido sondado para concorrer ao Senado Federal. “É um nome muito bom para o PSB, está apoiando o presidente [Luiz Inácio Lula da Silva] Lula e foi uma ótima aquisição para o nosso partido”, diz Siqueira.

Segundo o presidente do PSB tocantinense, o retorno de Luxemburgo ao PSB representa um orgulho muito grande para a sigla. “Filiamos o empresário, treinador e ser humano excepcional nas fileiras do PSB Tocantins. Com certeza fortalece um time de políticos que pretendem dar muito orgulho aos tocantinenses”, comenta Amastha.

Siqueira ainda lembra que o partido também vai contar com o ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha, e com Marlon Reis para fortalecer a sigla no Tocantins. “Nós estamos praticamente com a chapa com os nove candidatos à Câmara Federal”, acrescenta.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.