Luva que detecta pesticidas em alimentos é criada na USP

Técnica não requer preparo prévio das amostras e não gera resíduos

Cientistas da Universidade de São Paulo (USP) em parceria com a FAPESP criaram uma luva que funciona como um dispositivo capaz de detectar resíduos de pesticidas em alimentos. A luva é de borracha sintética e tem três eletrodos localizados no dedo indicador, médio e anelar.

A luva é capaz de identificar as substâncias carbendazim, diuron, paraquate e fenitrotiona. O autor do estudo é Paulo Augusto Raymundo-Pereira, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP).

Para utilizar o dispositivo, basta tocar a ponta do dedo na superfície do alimento umedecido. Em caso de sucos de frutas, basta mergulhar cada um dos dedos com os sensores no líquido. Após a detectar, os dados serão apresentados e analisado por um software instalado no celular.

A luva já está sendo visada no mercado agropecuário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.